Código do Botão para Compartilhar o Artigo do seu Blog Visualizar

SEJA MAIS UM NA CAMPANHA JCC PARA TODOS, VENHA FAZER PARTE DESTA FAMILIA

O JCC Brasil, tem por finalidade auxiliar na educação, cultura e lazer, nos aspectos relacionados à prevenção criminal juvenil, às drogas e à violência, na promoção da cidadania, destinados a colaborar na orientação, estudos, trabalhos e atividades diversas, abrangendo a área criminal e sua respectiva prevenção, no ambiente escolar e na comunidade, dentro da consciência democrática do povo brasileiro. A fim de cumprir suas finalidades o JCC Brasil, Conforme prescreve o seu Estatuto, deve: * Promover ações e colaborar para a criação de um ambiente escolar e comunitário mais saudável e harmônico, livre de drogas, crimes e violência, valorizando o exercício da plena cidadania; Desencadear um movimento de liderança juvenil, aproveitando a capacidade de criação e o protagonismo juvenil, na organização de eventos e disseminação de boas ações comportamentais no ambiente escolar e na comunidade, em prol de todos os cidadãos; * De forma objetiva, atuar na criação de condições favoráveis para que o jovem seja a solução dos problemas, ao invés de ser parte do problema;

terça-feira, 20 de novembro de 2012

JCC e E. E. Padre Benassati  vai às ruas para protestar contra violência, pedofilia, depredação e preconceito.










 Foi realizada, nesta manhã (1º), no Bairro São Francisco, uma passeata de protesto promovida pela Escola Estadual Padre Maximino Benassati (antigo Premem) e o Programa JCC da Policia Militar..

A iniciativa, que teve início por volta das 08h, percorreu algumas ruas do bairro em que funciona, com o objetivo de abrir os olhos da comunidade para alguns problemas que a escola vem enfrentando: “Queremos conscientizar e despertar a comunidade para ajudar nossa escola. Queremos mostrar o que está acontecendo, com a depredação de nosso muro para que algumas pessoas possam entrar na escola e usar a quadra, assim como drogas. Outro problema é a pedofilia. Fizeram um buraco no muro, por onde as crianças conseguem passar e acabam sofrendo assédio. Nao queremos lutar ou brigar, mas conscientizar e pedir ajuda”, explicou a diretora Maria Alice de Souza.

Professores e alunos se uniram nesta causa e produziram cartazes e faixas para serem exibidos durante a passeata, que também contou com o apoio da Polícia Militar. Durante o evento, dois alunos “grafitaram” o muro da instituição, no qual escreveram “Proteja. Denuncie 190” e “Proteja 190”, sendo este o número de denúncia anônima da PM.

Outro ponto destacado pela passeata foi a questão do preconceito – tanto em relação à instituicao como aos alunos. “Nós fizemos uma faixa que traz escrito ‘Chega de preconceito. Somos alunos de respeito’ e, com ela, queremos chamar a atenção da mudança pela qual a escola vem passando. Aqui tem muita gente de família, gente boa, e apenas uns 3% que estão denegrindo a nossa imagem. Não podemos aceitar isso, temos que lutar contra os problemas e vencê-los”.

De acordo com a diretora, outras passeatas como esta serão promovidas pela E. E. Padre Maximino Benassati em mais bairros da cidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário

JCC é implantado na Escola Desembargador Canedo (Deca)

Visualizar
Jovens muriaeenses, no caminho certo.

JCC é implantado na Escola Stella Fidélles

Visualizar
Alunos, juntos somos invensivéis!!!

JCC é implantado na Escola Padre Maximino Benassati.

Visualizar